Energias renováveis representaram 37,5% do consumo de eletricidade da UE em 2020


Em 2020, as energias renováveis representaram 37,5% do consumo bruto de eletricidade na União Europeia (UE), face a 34% em 2019. Portugal (58%) teve a quarta quota mais elevada entre os 27. As fontes de energia renováveis representaram, em média, 37,5% do consumo bruto de eletricidade na União Europeia (UE) em 2020, mais três pontos percentuais do que em 2019, segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo Eurostat


As fontes de energia renováveis representaram, em média, 37,5% do consumo bruto de eletricidade na União Europeia (UE) em 2020, mais três pontos percentuais do que em 2019, segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo Eurostat. Portugal aparece em quarto lugar no conjunto dos 27 Estados-membros, com uma quota de 58%.


Mais de dois terços do total da eletricidade produzida a partir de fontes renováveis em 2020 eram provenientes de energia eólica e hídrica, que representaram 36% e 33%, respetivamente.


O resto da eletricidade proveio de energia solar (14%), biocombustíveis sólidos (8%) e outras fontes renováveis (8%). O Eurostat sublinha que a energia solar é a fonte renovável “com o crescimento mais rápido” no bloco comunitário, visto que, em 2008, representava apenas 1% da eletricidade consumida na UE.


Para estar sempre atualizado siga-nos no nosso linkedin.


Donauer, há mais de 15 anos a desenvolver um portefólio de soluções energéticas renováveis para criar um amanhã mais sustentável.


Fonte: In ECO - Economia Online, 26-01-2022

Últimas notícias